MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Brasil

Marcas próprias de supermercados tomam conta e podem gerar economia

Produtos são alternativas para enfrentar inflação

Em 19/10/2021 às 12:22h

por Redação JM

Marcas próprias de supermercados tomam conta e podem gerar economia | Brasil | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Imagem de tianya1223 em Pixabay

A fim de enfrentar a crise econômica e os elevados preços causados pela inflação que chega a 10,25%, os brasileiros estão mudando alguns hábitos do dia a dia. Um deles se refere a algo bastante corriqueiro, mas que pode fazer muita diferença no bolso: a escolha das marcas.

Mesmo em produtos básicos, como arroz e feijão, os preços podem variar de maneira significativa. Nesse cenário, as marcas próprias de supermercados passam a ganhar espaço. Isso ocorre porque, muitas vezes, elas custam menos do que as marcas econômicas dos mercados.

 

Diferença de preço pode chegar a 20%

Segundo pesquisa da consultoria GS Ciência e Consumo, os hábitos dos brasileiros realmente estão mudando por conta dos preços altos. De janeiro a setembro de 2021, as vendas de pães de marca própria aumentaram mais de 70%, de arroz 68% e de biscoitos doces 14%.

Esse costume tende a se manter, até porque, não existe uma previsão de quando a inflação irá dar uma trégua. De 2020 até agora, os brasileiros estão enfrentando um aumento nos valores de vários produtos, desde arroz e feijão passando pelos combustíveis.

Embora o aumento seja geral na maior parte dos países, no Brasil, a alta tem sido mais acentuada, além de atingir muitas pessoas que perderam renda durante a pandemia. Por conta disso, mesmo uma pequena economia pode representar um grande alívio para as famílias.

No entanto, de acordo com a Associação Unigrupo Brasil, dependendo da categoria do produto, é possível economizar até 20% com a escolha da marca própria. Essa é a diferença de preços entre uma marca líder e outra de supermercado em alguns itens.

 

Vantagens de comprar das marcas próprias

Durante muito tempo, as marcas próprias foram vistas com desconfiança pelos consumidores. Quando começaram a dominar as prateleiras, boa parte dos compradores já tinha produtos de preferência e, por isso, os novos foram deixados de lado.

Agora, com o intuito de economizar, o preço mais baixo desses produtos pode ser um importante atrativo para os consumidores experimentá-los. Segundo este folheto do Mercado Dia, onde é possível ver as últimas promoções, os valores da marca própria podem ser bem mais baixos do que os de marcas comuns. Um pacote de 2 kg de arroz do Dia custa R$ 7,48, enquanto os outros custam mais de R$ 10. Um pote de requeijão sai por R$ 5,39, mas em outras marcas pode chegar a mais de R$ 6. Já o pão de forma da marca do mercado está R$ 3,79, porém, o normal é sair por mais de R$ 6,10.

As empresas também estão investindo para oferecer um bom custo-benefício aos consumidores e se mostrarem competitivas. Além do Dia, mercados como Extra e Carrefour possuem produtos próprios e estão sempre buscando melhorias e formas de conquistar os clientes.

Como agora a tendência é que mais pessoas comprem das marcas próprias, haverá cada vez mais opções para os compradores. Dessa forma, com preço menor e qualidade, os consumidores brasileiros terão alternativas na hora de fazer compras, não apenas durante a crise, mas depois dela. Até porque, se gostarem dos produtos, eles poderão se fidelizar àquela marca que compraram.

Pelo visto, a inflação pela qual o país atravessa trouxe oportunidades para as marcas próprias de supermercados. Antes deixadas de lado por muitos compradores, agora elas são uma opção interessante para economizar. Além disso, ao darem uma chance para elas, os consumidores podem se surpreender com a qualidade dos produtos disponíveis.

Galeria de Imagens
Leia também em Brasil
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br