MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Urcamp

Livro Sarau Noturno: representações e sensibilidades sob o olhar da arte cemiterial será lançado neste sábado

Em 16/10/2021 às 11:36h

por Redação JM

Livro Sarau Noturno: representações e sensibilidades sob o olhar da arte cemiterial será lançado neste sábado | Urcamp | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Obra retrata os cemitérios pela visão dos acadêmicos voluntários | Foto: Reprodução /JM

Por Alana Portella 

Acadêmica de Jornalismo da Urcamp

 

Na noite deste sábado (16) acontece o lançamento do segundo livro do projeto de educação patrimonial Sarau Noturno, desenvolvido no Cemitério da Santa Casa de Caridade de Bagé, que durante sua construção histórica buscou desenvolver a valorização e preservação da cultura, tendo como referência a arte cemiterial. A obra, organizada por Clarisse Ismério, idealizadora do Sarau Noturno e coordenadora do curso de História da Urcamp, retrata os cemitérios pela visão dos acadêmicos voluntários do evento, que abordam suas distintas graduações com o mesmo objetivo de valorizar os cemitérios.

“São treze anos de construção de um evento cultural que vai se reciclando e se revendo a cada participante. Este livro me traz satisfação de que é possível fazer cultura apesar de todas as adversidades. Ter jovens tão empolgados e dedicados ao Sarau Noturno é o maior presente para mim. Então este livro é o coroamento de todo caminho e dedicação de anos” relata Clarisse Ismério.

Darlan Almeida da Rosa, estudante de Arquitetura e Urbanismo, autor do capítulo “A Cidade dos Mortos: um reflexo socioestrutural” e responsável pelo projeto gráfico do livro, destaca que fazer parte do projeto lhe traz constantes ressignificações, que trouxeram gosto pelo processo da escrita. “Torno este projeto experimental, de extremo simbolismo e significado para meus entendimentos como indivíduo, estudante e agente de mudança. Espero que os leitores despertem em si questionamentos, anseios e problemáticas ali expressas”, encerra.

Amanda Antunes do Couto, acadêmica de Direito e autora do capítulo “Um olhar para a invisibilidade social feminina no período de 1891 a 1920 através da legislação e sua relação com os cemitérios”, descreve que foi um processo muito interessante de ser construído, sendo sua primeira escrita acadêmica, que pode unir sua graduação e a história das mulheres, vertente que a encanta na escrita.

O lançamento da obra ocorrerá neste dia 16 de outubro, às 19h, via canal do Youtube da @urcampoficial. O acesso ao ebook será isento de custos.

Galeria de Imagens
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br