MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Região

Audiência pública virtual irá apresentar projeto da UTE Nova Seival

Em 18/05/2021 às 14:11h
Jaqueline Muza

por Jaqueline Muza

Audiência pública virtual irá apresentar projeto da UTE Nova Seival | Região | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Nova Seival terá a capacidade de gerar até 726 megawatts com a tecnologia supercrítica / Foto: Reprodução /JM

A primeira audiência pública virtual para apresentação do projeto de construção de uma usina termelétrica (UTE) a carvão mineral em Candiota, a Nova Seival, será realizada no dia 20 de maio. O evento online inicia às 18h e a forma de participação do debate. O Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (Eia/Rima) está disponível no site www.novaseival.com.br.

De acordo com o diretor técnico da Energias da Campanha Ltda., subsidiária da Copelmi, Levi Souto Júnior, além da página audienciaspublicas.org/novaseival/, o evento será transmitido através das rádios locais de Candiota, Terra Livre - 94.1 FM e Interativa - 104.9 FM. Nesse caso, será disponibilizado um telefone (0800 002 0256) para as perguntas.

A realização de Audiência Pública, de forma remota, foi autorizada por meio da Deliberação CECA nº 6.463, de 06/04/2021, em consonância com as Resoluções CONEMA nº 35/2011 e nº 89/2020, de forma a preservar a saúde dos participantes frente à pandemia do novo Coronavírus, em atendimento ao disposto no Decreto Estadual no 46.970/2020.

Souto Júnior informa que o acesso à página deve ser disponibilizado com meia hora de antecedência do evento. Ele comenta que no site está disponível o cadastro para, inicialmente, ser lembrado da audiência, e, posteriormente, para participar da mesma. “A apresentação inicia pelo Ibama, depois pela empresa e logo em seguida os técnicos. Isso deve durar em torno de 1h10. Logo após, será aberto aos questionamentos das pessoas que estiverem inscritas”, comenta.

O projeto Nova Seival terá a capacidade de gerar até 726 megawatts com a tecnologia supercrítica, que produz energia de forma mais eficiente, ao mesmo tempo em que emite menos gás carbônico.

O orçamento estimado para a implantação é 1,3 bilhão de dólares e o foco da empresa, além de garantir o desenvolvimento econômico regional, é gerar, 2,5 mil vagas diretas ao longo da construção, além de 145 empregos diretos e outros 4.650 indiretos a partir da operação da usina, bem como mais 250 no setor de mineração. Se tudo ocorrer dentro do cronograma, a usina deve entrar em operação em 2027. “Após a audiência, o Ibama finaliza a análise do projeto e libera a Licença Prévia para a participação no leilão de energia, previsto para o dia 30 de setembro”, relata.

Operação
Para a operação da UTE Nova Seival, serão construídas instalações nos municípios de Candiota e Hulha Negra. A usina será instalada em um terreno no município de Candiota, nos limites da área da Mina Seival, em uma área de cerca de 100ha (1km²), o que corresponde a 100 campos de futebol. O Reservatório Passo do Neto será instalado no Rio Jaguarão, na divisa dos municípios de Hulha Negra e Candiota, entre a localidade de Trigolândia e o Distrito de Passo Real.

A usina será composta por duas unidades de geração. Quando estiver em plena operação, cada unidade produzirá 363 Megawatts por hora (MWh), totalizando 726 Megawatts por hora (MWh) de geração total de energia firme. Ou seja, de uma energia elétrica que estará sempre disponível para consumo, uma vez que não depende da disponibilidade de água, vento, sol e outros fatores para a sua geração. O combustível, carvão mineral, está disponível no Sul do País de forma expressiva, especialmente em Candiota.

Esta capacidade de produção de energia equivale ao consumo de uma cidade de cerca de 2,9 milhões de habitantes. Para gerar toda essa quantidade de energia, serão consumidas 12.600 toneladas de carvão por dia. Ao longo de um ano, operando em potência máxima, a Usina fornecerá o equivalente a 20% do consumo médio anual de energia elétrica do estado do Rio Grande do Sul (Anuário Estatístico – EPE – 2019).

Galeria de Imagens
Leia também em Região
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br