MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Campo e Negócios

Emater aponta impacto no valor pago pela soja na região

Em 14/05/2022 às 07:25h

por Redação JM

Emater aponta impacto no valor pago pela soja na região | Campo e Negócios | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Caruru tem causado redução de produtividade nas lavouras | Foto: Ricardo Medeiros/Especial JM

O Informativo Conjuntural produzido e divulgado pelas gerências de Planejamento e Comunicação da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), alertou, nesta semana, para um impacto no valor pago pela soja produzida na região da Campanha.

De acordo com o levantamento, produtores têm relatado a incidência de descontos elevados nas cerealistas que chegam a 10% em algumas cargas, "além das perdas decorrentes da competição ao longo do ciclo de desenvolvimento da soja". Um dos motivos apontados é que há lavouras infestadas com caruru (Amaranthuns spp). O Jornal Minuano, inclusive, havia registrado tal fato em reportagem publicada em 26 de março. Na apuração, foi exposto que a planta daninha estava presente em mais de 70% da área de 30 mil hectares da oleaginosa de Aceguá, o que afeta a produtividade da cultura.

Em entrevista ao JM, o engenheiro agrônomo da Emater de Aceguá, Ricardo Medeiros, frisou que toda a região da Campanha estava com infestação da praga. Segundo ele, o caruru é uma das principais plantas invasoras da soja e compete com a oleaginosa por água, nutrientes e luz.

Não bastasse esta questão, a produtividade estimada, na amostragem semanal da Emater, permanece próxima ao levantamento anterior, mas há possibilidade de pequena redução, ou seja, uma produção que varia entre 1.400 e 1.500 kg/ha na média estadual, representando variação negativa de 55% da produtividade projetada inicialmente.

No momento, o índice de colheita alcançou 83% dos cultivos gaúchos. "Esse índice é menor na Metade Sul do Estado, com cerca de 65% das lavouras colhidas, e maior no Extremo Norte, com 96% colhidos, no Alto Uruguai. Permanecem a campo 16% em maturação, e 1% está em fase final de enchimento de grãos. Onde as precipitações foram em maior volume, constatou-se danos nos grãos de plantas maduras, como abertura de vagens, queda e início de germinação de grãos. As lavouras em maturação não apresentaram danos causados pelo longo período de alta umidade", detalha a análise.

Valores
De acordo com o levantamento semanal de preços realizado pela Emater/RS-Ascar no Rio Grande do Sul, houve redução de -2,96% no valor da saca de 60 quilos em relação à semana anterior, passando de R$ 191,73 para R$ 186,05. O produto disponível, em Cruz Alta, teve redução de -2,54%, sendo cotado a R$ 192,00.

Galeria de Imagens
Leia também em Campo e Negócios
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 99971-9480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br