MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Esportes

“Quero voltar para prestigiar os torneios de domingo em Bagé”, afirma Guiñazu

Em 10/05/2022 às 14:56h
Yuri Cougo Dias

por Yuri Cougo Dias

“Quero voltar para prestigiar os torneios de domingo em Bagé”, afirma Guiñazu | Esportes | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Cholo participou de galeto do Consulado Colorado - Foto: Yuri Cougo Dias

A atração esportiva do sábado, dia 7, em Bagé, foi a visita do ex-volante Pablo Horácio Guiñazu, 43 anos, para um galeto do Consulado Colorado Pedro Iarley. Com simplicidade, atendeu a todos os torcedores e também aproveitou para conhcer alguns pontos da cidade. A reportagem do JM conversou com o argentino, que demonstrou alegria pela recepção feita pelos bajeenses.

Guiñazu lembrou que já tinha vindo à cidade (confronto com o Guarany, pelo Gauchão de 2008). Inclusive, afirmou que pretende voltar ao município. “Agora, conheço Bagé um pouco melhor. Sei que tem torneios muito importantes todos os domingos, ao qual meu amigo Bruno Silva joga. Quero voltar para prestigiar esses torneios”, destaca. A fala de Cholo faz referência aos torneios de veteranos, tradicionalmente realizados no complexo Militão. Com isso, se cria uma clima de expectativa no ar para vê-lo em campo na Rainha da Fronteira.

Sobre as seis temporadas pelo Inter (2007 a 2012), Guiñazu classificou como dias maravilhosos, do primeiro ao último. Questionado sobre referências de treinadores, citou Marcelo Bielsa e Tite. E ser técnico é um dos próximos passos que Guina pretende desenvolver. “A vida não vai me dar os anos que eu precisaria para devolver o carinho e o respeito que o Inter me entregou. Eu entendi rápido a cultura, mas já era meu jeito de jogar. Então, encaixou tudo. Independente de estarmos ganhando ou perdendo, sempre pensei que tinha que lutar até a última bola. Torcedores, não esqueçam: vocês são a história do clube. E quando participo desses eventos, vocês mexem com minha alma”, conclui.

Galeria de Imagens
Leia também em Esportes
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 99971-9480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br