MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Empreendedor

Bolsa de notícias

Em 25/01/2022 às 00:00h
Melissa Louçan

por Melissa Louçan

Serasa revela alta na procura do consumidor por crédito

A busca dos consumidores por crédito registrou expansão recorde de 19,4% no acumulado de 2021 em comparação com 2020. De acordo com o Indicador de Demanda do Consumidor por Crédito da Serasa Experian, essa foi a alta mais expressiva desde 2008, início da série histórica do índice. As pessoas que possuem faixa de renda de até R$ 500 mensais alavancaram o indicador fechando o ano com aumento maior que a média geral, de 26,9%.

A análise por região revelou que, no acumulado de 2021 em relação a 2020, o Nordeste foi a área que mais demandou pelo recurso financeiro, registrando alta de 28,7%. Em sequência estão o Norte (28,4%), Centro-Oeste (21,4%), Sudeste (17,1%) e Sul (12,0%).

Caixa Econômica prevê alta de 10% das concessões de crédito imobiliário

De acordo com o presidente-executivo da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o banco estatal prevê aumento de 10% das concessões de empréstimos para compra de imóveis em 2022: "vamos crescer 10% e superar 150 bilhões de reais em concessões", afirmou Guimarães em entrevista à Reuters.

Segundo os últimos dados públicos divulgados pela instituição, a Caixa detinha um estoque de financiamento no setor imobiliário de 542 milhões de reais em setembro do ano passado. Até setembro de 2021, a Caixa concedeu 104 bilhões de reais em crédito imobiliário, registrando um aumento de 27,9% em comparação ao ano anterior. 

As linhas de crédito imobiliário do banco estatal impactam diretamente o mercado imobiliário: “a Caixa Econômica detém a menor taxa de financiamento de imóveis do Brasil. A instituição também lidera o financiamento de moradias populares, com o programa Minha Casa Verde e Amarela (antigo Minha Casa Minha Vida) e realiza os “feirões da casa própria”, que oferecem linhas de financiamento que atendem todas as faixas de renda familiar”, contextualiza Rafael Scodelario, especialista em aquisição de imóveis e CEO da Escodelar Inteligência Imobiliária.

O crédito imobiliário teve forte crescimento entre 2020 e 2021 em decorrência da queda da taxa SELIC à mínima de 2% ao ano. Embora a economia mundial continue em clima de incerteza devido a pandemia do coronavírus, o mercado imobiliário brasileiro conta com boas previsões para o ano de 2022.

Leia também em Empreendedor
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 99971-9480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br