MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Segurança

Receita Federal doa nove toneladas de vestuários apreendidos para assistência social

Em 09/01/2022 às 07:00h
Jaqueline Muza

por Jaqueline Muza

Receita Federal doa nove toneladas de vestuários apreendidos para assistência social | Segurança | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Foto: Divulgação

Na última quinzena do mês de dezembro de 2021, a Delegacia da Receita Federal em Pelotas destinou nove toneladas de artigos de vestuário para sete municípios e três entidades sociais. A entrega dos vestuários  foi realizada nos últimos dias de dezembro, na Receita Federal em Bagé, localizada na região onde ocorreu o ingresso e a apreensão da mercadoria estrangeira procedente do Uruguai.

As cargas foram interceptadas após terem ingressado no território nacional sem formalizar os procedimentos legais de importação, e agora servirão para suprir necessidades de pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade social, amparadas pelo serviço social de responsabilidade dos municípios e das entidades.  

As mercadorias foram destinadas às prefeituras de Bagé, Canguçu, Cristal, Feliz, Farroupilha, São Lourenço do Sul e Piratini. Foram contempladas também as Apaes de Dom Pedrito e Pelotas e a Santa Casa de Misericórdia de Pelotas. No início do segundo semestre de 2021, o órgão já havia destinado aproximadamente 14 toneladas de roupas apreendidas da mesma forma, e na mesma região, para 23 municípios da zona sul e três de outras regiões do Rio Grande do Sul.  

A Receita Federal tem atuado com rigor nas ações de combate ao contrabando, descaminho e sonegação fiscal. Crimes como estes, além de incentivarem o surgimento, o fortalecimento e o enriquecimento de quadrilhas organizadas, prejudicam o pleno desenvolvimento da indústria nacional, do comércio, do emprego e das políticas públicas, causando sérios danos à sociedade.  

Galeria de Imagens
Leia também em Segurança
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 99971-9480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br