MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Cidade

Mais de 13 mil crianças devem ser imunizadas contra Covid-19 na região

Em 08/01/2022 às 14:20h
Jaqueline Muza

por Jaqueline Muza

Mais de 13 mil crianças devem ser imunizadas contra Covid-19 na região | Cidade | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Coordenadoria ainda não sabe quantas doses virão no primeiro lote / Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A 7ª Coordenadoria Regional de Saúde (7ª CRS), sediada em Bagé, fará a distribuição de doses pediátricas da Pfizer para os seis municípios da Campanha que irão imunizar crianças de cinco a 12 anos incompletos. A região que abrange as cidades de Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra e Lavras do Sul, contabiliza uma população de 13.542 crianças em idade de vacinação. A Coordenadoria ainda não sabe quantas doses virão no primeiro lote. Devem vir para o Rio Grande do Sul cerca de 180 mil doses, divididas em três lotes de 60 mil, previstas para os dias 20 e 27 de janeiro.

Segundo o Ministério da Saúde, será preciso que a criança vá vacinar acompanhada dos pais ou responsáveis ou leve uma autorização por escrito. A obrigação de prescrição médica para aplicação da vacina não foi incluída como uma exigência. Mas o Ministério sugeriu que os pais procurem profissionais de saúde.

O esquema vacinal será com duas doses, com intervalo de oito semanas entre as aplicações. O tempo é superior ao previsto na bula da vacina da Pfizer. Na indicação da marca, as duas doses do imunizante poderiam ser aplicadas com três semanas de diferença.

De acordo com a Coordenadora Regional de Saúde, Eliana Valente, em Aceguá o número de crianças entre 5 e 11 anos, 5 anos completos em 1º de janeiro de 2022 até 12 anos completos na mesma data, é de 314, mais 26 com comorbidades. Em Bagé, o total é de 7.202, e, em Candiota, são 1,4 mil. Em Dom Pedrito são 3.194 crianças, e em Hulha Negra 785, mais 115 com comorbidades, e em Lavras do Sul são 506.

A vacinação das crianças seguirá uma ordem de prioridade, iniciando por crianças de cinco a 11 anos com deficiência permanente ou comorbidades; crianças indígenas e quilombolas; e crianças que moram com pessoas que possuem alto risco para a Covid-19, como idosos, por exemplo. Em seguida, a imunização será ampliada para crianças sem comorbidades, com crianças de 10 a 11 anos, de oito a nove anos; de seis a sete anos; e de cinco anos.

Galeria de Imagens
Leia também em Cidade
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 99971-9480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br