MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Fogo Cruzado

Programa de parcelamento de débitos do Daeb entra em vigor

Intenção do governo é permitir aos contribuintes renegociar dívidas

Em 14/09/2021 às 07:30h

por Redação JM

Programa de parcelamento de débitos do Daeb entra em vigor | Fogo Cruzado | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Intenção do governo é permitir aos contribuintes renegociar dívidas | Foto: ArquivoJM

O prefeito de Bagé, Divaldo Lara, do PTB, sancionou a lei que cria o novo programa de parcelamento de débitos do Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb). A intenção do governo é permitir aos contribuintes renegociar dívidas e, ao Daeb, reorganizar a situação da inadimplência, oferecendo à gestão a condição de planejamento mais adequado da dívida ativa.

A lei permite o parcelamento de valores devidos pelo abastecimento de água e coleta de esgoto, tratamento e disposição final dos efluentes, dentro do período do exercício fiscal, incluindo os débitos objetos de parcelamentos anteriores, ajuizados ou a ajuizar, constituídos em dívida ativa, com exigibilidade suspensa ou não, os relativos a tributos, constituídos ou não, de pessoas físicas ou jurídicas.

Os parcelamentos poderão ser feitos em parcela única, com exclusão total de juros e multas; em até três vezes mensais, com exclusão de 80% dos juros e multas; em até seis vezes, com exclusão de 70% dos juros e multas; em oito vezes, com exclusão de 60% dos juros e multas; ou em até 12 vezes, com exclusão de 50%  dos juros e multas. Em mais de 12 vezes, e até 120 vezes, não haverá desconto de juros e multas.

A adesão ao programa será feita mediante assinatura de um termo de parcelamento. A lei também estabelece regras que devem ser observadas, resultando na exclusão do programa. Em caso de inadimplência de três meses, por exemplo, o contribuinte é excluído do programa e a dívida retorna à situação anterior ao parcelamento.

A legislação determina, ainda, que não será encaminhado à execução judicial o débito inscrito em dívida ativa, cujo montante seja inferior a quatro Unidades de Referência Padrão (URPs), exceto a dívida originária de multa fiscal penalizatória.
 

Galeria de Imagens
Leia também em Fogo Cruzado
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br