MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Cidade

Pessoas e empresas de Bagé foram beneficiadas pelo Auxílio Emergencial Gaúcho

Em 11/09/2021 às 12:38h
Jaqueline Muza

por Jaqueline Muza

Pessoas e empresas de Bagé foram beneficiadas pelo Auxílio Emergencial Gaúcho | Cidade | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Alguns setores mais afetados pelas restrições de circulação impostas pelo coronavírus (alojamento, alimentação e eventos) receberam o pagamento do Auxílio Emergencial Gaúcho. Em Bagé, foram pagos 36 benefícios do Auxílio Emergencial de apoio à atividade econômica e de proteção social.

Conforme dados da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão do Estado (SPGG), 10 mulheres em condições de vulnerabilidade e 26  empresas do Simples Nacional, dos setores de alojamento, alimentação e eventos, foram beneficiadas e já receberam o valor.

Entre as mulheres, o perfil corresponde a chefes de família que constam no Cadastro Único do governo federal, tem sua família composta por pelo menos cinco pessoas, com renda per capita média de até R$ 89 mensais, três filhos e sem Bolsa Família ou auxílio federal. As mães que se enquadram nessa situação receberam parcela única de R$ 800, via ordem de pagamento no Banrisul. O total estimado repassado no RS é de R$ 6.528.800,00.

Para as empresas, o critério foi de que, até 31 de março de 2021, estavam inscritas na Receita Estadual do Rio Grande do Sul e que constem como ativas e registradas como optantes do Simples Nacional, com atividade principal (CNAE) de alojamento (CNAE 55) ou alimentação (CNAE 56).

Já os Microempreendedores individuais (MEI) beneficiados cumpriram os seguintes critérios: ter sede no Rio Grande do Sul e que, até 31 de março de 2021, estivessem como ativos e registrados no cadastro Simei com atividade principal (CNAE) de alojamento (CNAE 55) ou alimentação (CNAE 56), exceto os dedicados ao fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar (CNAE 5620-1/04).

Galeria de Imagens
Leia também em Cidade
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br