MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Campo e Negócios

Fabricantes devem recolher estoques remanescentes do Paraquate até final de junho

Em 10/06/2021 às 00:19h

por Redação JM

Fabricantes devem recolher estoques remanescentes do Paraquate até final de junho | Campo e Negócios | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Após prazo, produtor rural estará sem amparo legal para devolver os estoques remanescentes | Foto: Fernando Dias/EspecialJM

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) alerta que se encerra em 30 de junho o prazo para recolhimento dos estoques remanescentes do ingrediente ativo Paraquate. A data-limite para o uso dos produtos armazenados era 31 de maio na cultura da soja. Segundo a Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) 428, de 2020, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), cabe aos fabricantes do agrotóxico recolherem os herbicidas que restaram nas propriedades rurais dentro deste prazo.

Desde 22 de setembro do ano passado, a aplicação, a comercialização, a fabricação e a importação do Paraquate estão proibidas no país. O chefe da Divisão de Insumos e Serviços Agropecuários (Disa), da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Rafael Friedrich de Lima, alerta que, após 30 de junho, o produtor rural estará sem amparo legal para devolver os estoques remanescentes, ensejando custos. “Neste momento, a obrigação é da indústria de recolher, mas passado o prazo a obrigação passa a ser de quem tem posse do produto”, explica. Lima adverte ainda que, identificado o uso do Paraquate e Dicloreto de Paraquate fora do prazo legal, o produtor poderá ser autuado com multa.

No Brasil, apenas a cultura do café ainda pode fazer uso dos estoques deste herbicida até 31 de julho deste ano, segundo a resolução da Anvisa. Assim como para a soja, já se encerrou o prazo do uso dos produtos armazenados nas culturas do algodão, milho, feijão, cana-de-açúcar, batata, maçã e citros.

Galeria de Imagens
Leia também em Campo e Negócios
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br