MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Segurança

Promotor aposentado Lucídio Bandeira Dourado morre em decorrência de complicações da Covid-19

Em 09/06/2021 às 19:23h
Rochele Barbosa

por Rochele Barbosa

Promotor aposentado Lucídio Bandeira Dourado morre em decorrência de complicações da Covid-19 | Segurança | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Divulgação MPE/TO/Especial JM

O promotor de Justiça aposentado Lucídio Bandeira Dourado, de 60 anos, morreu na terça-feira, dia 8, após complicações causadas pela Covid-19. Ele, que era natural de Bagé, estava internado em Palmas e não resistiu à doença. Ele atuou por 22 anos no Ministério Público do Tocantins até se aposentar em 2019. A informação repercutiu nesta quarta-feira, dia 9, após publicação em sites de notícias nacionais.

Natural da Rainha da Fronteira, ele começou a carreira jurídica como juiz de Direito, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, depois foi promotor de Justiça no Ministério Público Estadual. Também atuou na Justiça de Pium e nas comarcas de Pedro Afonso, Colinas, Paraíso, Arapoema, Araguacema, Itacajá, Guaraí, Colmeia, Cristalândia e Wanderlândia. Em 2014, foi removido para capital, onde era titular da Promotoria Criminal.

No MPE, também atuou como 3º Promotor de Justiça Corregedor, em 2003. Em 2012, assumiu a suplência da Coordenação do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos (CAPDH). Em 2015, integrou o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Mestre em Direito Processual Penal, sua carreira no Ministério Público tocantinense foi marcada pela atuação na área criminal.

Dourado era casado e deixa dois filhos.

Galeria de Imagens
Leia também em Segurança
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br