MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

ELLAS

Anos 70 em dez lições ...

Em 15/05/2021 às 02:25h
Viviane Becker

por Viviane Becker

Anos 70 em dez lições ... | ELLAS | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Utopia rógina -Reprodução

Janine Franco

Estilista

 

1- Maiôs, pantalonas, calças boca de sino, cintura alta, estampas multicoloridas e acessórios exóticos são tópicos fundamentais para começarmos a falar da moda anos 70.

2 - Nessa década o movimento Hippie havia sido extremamente popularizado graças ao festival de música Woodstock, em 1969. Depois da moda dos anos 60, que foi marcada por movimentos políticos e sociais, os anos 70 vieram como uma década destinada a poder explorar a criatividade e as tendências que foram apresentadas na década anterior.

3 - A maneira de vestir dos jovens se popularizou, propagavam paz e amor. Logo, as calças boca de sino, estampas, batas, cabelos longos e barba fizeram parte do estilo visto nas ruas na década de 1970. Contudo, o Hippie não foi o único estilo a ganhar força nos anos 70. O movimento punk, com suas calças rasgadas, rebites, alfinetes, jaquetas de couro e cabelos com cortes e cores diferenciadas, também se espalhou.

4 - Foi na década de 70 o nascimento do conceito de grife, para diferenciar as roupas exclusivas feitas por estilistas que começaram a ser produzidas em série. Neste período conhecemos novos designers e descobrimos que haviam mais pessoas capazes de ditar tendências além das grandes casas de alta costura. Os anos 70 foram o início moda democrática com nomes como Calvin Klein, Jean Paul Gaultier, Claude Montana, Kenzo, Armani, Pucci e Ralph Lauren levando a moda a patamares globais.

5 - De repente as roupas de todo mundo estavam cobertas de glitter, texturas, estampas, neon e botas plataforma. Esta nova tendência era uma novidade e as pessoas mais conservadoras definitivamente não souberam lidar com tanta ousadia. O glam rock foi o primeiro movimento da moda inclusivo e sem barreiras.

6- Os anos 70 foram praticamente uma utopia andrógina. Pela primeira vez, roupas e maquiagem deixaram de ter sexo. No glam rock, qualquer ser humano tinha o direito de usar maquiagem e figurino.

7 - É impossível falar da moda anos 70 sem pensar nas discotecas. Está década foi o filho rebelde e alternativo que a moda estava esperando. Deu voz a comunidade negra, aos pobres, aos gays, drag queens e todos os outros grupos sociais que viviam oprimidos e fervilhavam na necessidade de se expressarem.

8 - Um dos movimentos sociais mais puros que a moda nos presenteou, desafiando absolutamente tudo o que havia sido pré-estabelecido, foi o Punk. Cores e brilhos das discotecas foram trocados por spikes, rebites, couro e peles. O punk, como cultura, surgiu de uma ramificação da política marginal, muitas vezes confundida com pessoas que tinham costumes sociais independentes e subversivos, ficando muito claro por suas roupas, cabelos e maquiagem. Estes rebeldes sem causa acreditavam que a anarquia era a única forma de se melhorar a sociedade.

 9 - Os anos 70 foram marcados por diversos acontecimentos políticos. Três tiveram grande destaque. A Revolução dos Cravos, que aconteceu em Portugal, a Independência das colônias portuguesas na África: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe, e o crescimento de regimes ditatoriais na Grécia, Espanha e América Latina. Possivelmente isto tenha influenciado a moda também de alguma maneira, para o melhor e mais criativo ou para o pior mais alienado.

10 - O fato é que muitas mudanças e maneiras de vestir que seguimos até os dias de hoje vieram desta década, efervescente, onde passamos do luxo das discotecas até o inconformismo do Punk, sobrevivemos Graças a Deus e estamos aqui para contar esta história!

Galeria de Imagens
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br