MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Região

Projeto do canteiro central de Aceguá deve ser encaminhado para Ministérios de Relação Exteriores

Em 13/05/2021 às 10:35h
Jaqueline Muza

por Jaqueline Muza

Projeto do canteiro central de Aceguá deve ser encaminhado para Ministérios de Relação Exteriores | Região | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Projeto para a revitalização do canteiro central será realizado em cooperação / Foto: ArquivoJM

O projeto para a revitalização do canteiro central de Aceguá, idealizado em 2018, que será realizado em cooperação pela Prefeitura de Aceguá, no Brasil, e pela Alcaldía de Aceguá, no Uruguai, com apoio da intendência de Cerro Largo, está em análise pelos engenheiros dos dois países, para levantamento de custo. A proposta foi apresentada às Forças Armadas e também deve ser apresentada aos Ministérios de Relações Exteriores dos dois países.

De acordo com o prefeito de Aceguá, Marcus Aguiar, há alguns dias houve uma reunião com representantes do Exército uruguaio e o alcalde de Aceguá, Javier Rodrigues, para tratar a realização da obra. Não existe impedimento. Aguiar salienta que, como o município está localizado na fronteira, o projeto deve se encaminhado para aos ministérios. “O Exército é responsável pelas linhas limítrofes e tudo que acontece dentro da faixa de fronteira é necessária a aprovação dos órgãos responsáveis”, disse.

Conforme Aguiar, o Uruguai está com atividades suspensas devido a pandemia e não é possível realizar reuniões presenciais para a apresentação do projeto. “Os engenheiros seguem trabalhando individualmente para apurar os custos”, enfatiza.

O projeto prevê a implementação de pedras coloridas nas calçadas, simbolizado as cores dos dois países (verde, amarela, azul e branco), que inicialmente não estavam previstas. Também serão colocadas as bandeiras dos dois países. O memorial com as histórias dos dois municípios fronteiriços, que estava sendo cogitado, não será realizado por se tratar de uma edificação.

No decorrer da avenida, existem três canteiros, mas apenas o canteiro central, em que está situado o marco divisório dos dois países, será revitalizado. Entre as melhorias, estão previstas, além da construção de passeio público, área de estacionamento e lazer, floreiras e bancos. 

Galeria de Imagens
Leia também em Região
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br