Norberto Dutra

sábado, 11 de março de 2017 às 0:00

Dia Internacional da Mulher

Nesta semana, celebramos o dia internacional da mulher, por este nobre motivo deixaremos para o próximo artigo a conclusão do tema que vínhamos abordando "A história de um homem comum".
É cada vez maior a presença da mulher na vida social, política, econômica, profissional, para além do âmbito familiar em que ela até agora se movia quase exclusivamente. Quais as características gerais que a mulher deve vir a ter para cumprir a sua missão? Como líder Eclesiástico certamente tenho a minha opinião sobre o delicado tema. Os fatores que considero de maior importância são:
1. Mulher como filha de Deus.
2. Estética e beleza.
3. A mulher no lar.

Mulher como filha de Deus:
No livro de Juízes, capítulos quatro e cinco, temos a história de uma das maiores lideres de Israel, o seu  nome era Débora, ela conduziu o povo de Deus a uma grande batalha, num momento de crise. Como filha de Deus ela retribuiu a glória da vitória ao eterno e soberano Deus. "Ouvi, reis, dai ouvidos, príncipes: eu, eu mesma cantarei ao Senhor; salmodiarei ao Senhor, Deus de Israel" Assim, ó Senhor, pereçam todos os teus inimigos! Porém os que te amam brilham com o sol quando se levanta no seu esplendor". Juízes 5:3,31.


Estética e beleza.
De uma forma breve e objetiva ilustraremos este item usando como exemplo bíblico a três mulheres de renome nos tempos do Novo Testamento: Eunice (mãe de Timóteo) era uma mulher judia, instruída e inteligente. Priscila representava uma mulher romana convertida a Cristo de classe media alta. Lídia (Atos 16: 12- 40). Era uma mulher grega também convertida ao Evangelho. A sua profissão era ligada a moda e vestuário.
Muitas mulheres dos tempos do Novo Testamento viviam num clima de crescente criatividade na área da estética e da beleza feminina.


A mulher no Lar.
A mulher como mãe, deverá ter como prioridade ensinar o seu filho (filha) Pv. 22: 6. A mulher como esposa foi criada para auxiliar o seu marido Gn. 2: 18, também amá-lo Tt. 2: 3-4 e como filha , aceitar a instrução e correção  em sinal de sabedoria PV 19: 20. Com estes humildes conselhos desejo a todas as mulheres da comunidade bajeense e em especial a minha amada esposa, filhas, nora e neta, um feliz Dia Internacional da Mulher. Bênçãos do Altíssimo para todos. Até a próxima semana. Amém!


Por: Pastor Norberto Dutra

 
Pesquisar