Norberto Dutra

sábado, 18 de fevereiro de 2017 às 0:00

A História de um Homem Comum (parte três)

É de suma importância lembrar que; o Senhor Deus jamais aceitaria um segundo lugar, nem mesmo um lugar igual, a qualquer outro deus.
Devemos, portanto, ter isto em mente, pois nosso Deus não é um segundo deus, e outro igual a Ele não existe. "Eu sou o SENHOR, e ninguém mais; fora de mim não há Deus; eu te revestirei, ainda que tu não me conheças" Isaías 45: 5. Simplesmente Fantástico! Mesmo que você não conheça ao Deus verdadeiro Ele sempre guardará a sua vida. O Senhor interrompeu Gideão em Ofra com uma saudação, que deve tê-lo aturdido "O Senhor é contigo, homem valente" Juízes 6: 12. Nada poderia estar mais longe da imagem que Gideão tinha de si mesmo. A visitação divina lembrava a Gideão a grandeza de Deus. Por que afirmo isto? Porque na versão original do texto em questão deixa bem claro, que o valente é o Senhor Deus e não Gideão. "Vejamos a tradução mais fidedigna:" "O Senhor é contigo, sim, o Senhor de coragem" ou "O Senhor, que é valente e poderoso, é contigo".
Esta apresentação levou a uma pergunta óbvia.  "Ai, Senhor meu, se o Senhor é conosco, por que nos sobreveio tudo isto? E que é feito de todas as suas maravilhas que nossos pais nos contaram, dizendo: Não nos fez o Senhor subir do Egito? Porém, agora o Senhor nos desamparou, e nos entregou nas mãos dos midianitas". Juízes 6: 13. Estimado leitor peço-lhe que observe o impertinente "se e o porquê" que expõe a fraqueza humana e a falta de confiança as promessas do Senhor; deve-se também observar que pelo visto o próprio Gideão se esqueceu de que Israel tinha dado as costas ao Deus verdadeiro. Note a lamentosa consternação. Parece que é tudo culpa do Senhor. Não se observa nenhum tipo de arrependimento dos motivos verdadeiros que trouxeram a calamidade.
Muitas vezes, nossas dúvidas e indagações, exigindo que o Senhor nos preste conta das suas ações, que são soberanas, e expressam quão distantes estamos da comunhão com Ele. "Então se virou o Senhor para ele" Juízes 6: 14. O que havia nesse olhar?  Indignação pela apostasia de Gideão? Cólera pela sua obstinação?
Seriam justificáveis tanto uma quanto outra. Pelo contrario, Deus olhou não para o homem frágil, mas para o homem de fé em que se tornaria. Quanta bondade da parte do Senhor em não aceitar nossas queixas, reclamações descontentamento, quando estamos tristes, desanimados, frustrados, e em nossas orações ou atitudes, descarregamos todas nossas mágoas ao Senhor fazendo-o culpado de nossas derrotas. Certamente o plano do SENHOR para nossas vidas inclui mudar muitas coisas, que afligem tanto a nós, como a nossa época. Gideão recebe uma chamada irrecusável na sua circunstância insustentável "Vai nessa tua força, e livra a Israel da mão dos midianitas; porventura não te enviei eu? Juízes 6: 14. Continuem conosco nesta fantástica história de um homem comum. Bênçãos do Altíssimo para todos. Amém!


Por: Pastor Norberto Dutra

 
Pesquisar