Cidade

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017 às 0:00

Secretário da Cultura diz que foco de sua gestão é execução de projetos

Marimon detalha ações - Créditos: Jaqueline Muza
Marimon detalha açõesJaqueline Muza

Com mais de 15 anos de experiência no ramo de eventos, Fabiano Marimon é quem assumiu a pasta da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. Em entrevista ao Jornal MINUANO na manhã de ontem, Marimon disse que a ideia em sua gestão é se cercar de pessoas com conhecimento técnico e experiência em diversos assuntos relacionados à pasta. "Minha ideia é entrar com minha capacidade de execução e dinamismo. Me cerquei de pessoas conhecedoras dos temas, porque acredito que assim formamos uma equipe", disse. Ele acrescenta que o perfil da secretaria é alinhado ao do governo, com muito trabalho e otimização de recursos.
Entre as principais metas está trabalhar com um quadro mais reduzido do que o anterior, e com mais funções para cada servidor. "Vamos manter eventos tradicionais, como o Dança Bagé, Fimp (Festival Internacional Música no Pampa) e Festival de Cinema, e tentar viabilizar outros, como um evento tradicionalista que pode ser a Galponeira. Um detalhe importante é que vamos buscar a iniciativa privada para parcerias. Temos que estar juntos e ter retorno nos eventos, a exemplo do que já acontece com o Moto Encontro, por exemplo", comenta.
Sobre a Semana Farroupilha, Marimon diz que pretende apoiar as entidades, que enfrentam dificuldades para manter as atividades culturais. "Queremos fortalecer isso, por meio da Coordenação do Parque do Gaúcho", disse.
Existe a intenção, segundo ele, de retomar um evento voltado para o teatro, que já aconteceu em outros anos. "Nossa ideia é buscar projetos novos, como por exemplo alguma iniciativa no Bosque, que é um espaço que precisa ser melhor aproveitado", argumenta.
O secretário diz que tem recebido muitas ideias e que faltava o foco na execução. "A visão que eu tinha da secretaria é que haviam muitas ideias e pouca execução. Os projetos precisam deste empurrão para sair do papel. A casa está aberta para receber novas ideias. Queremos uma maior integração com a comunidade", enfatiza.

Reabertura do Odessa Macedo
Uma novidade que Marimon anunciou foi a retomada das atividades do Odessa Macedo, que foi fechado na gestão passada por falta de renovação do convênio entre município e Estado. "Vamos realocar o Odessa junto ao Palacete, no máximo até o início de fevereiro", comenta. As atividades de pintura, desenho e artesanato devem começar em março.

Setores
A nova coordenação da Biblioteca Pública ainda não foi definida. Na Casa de Cultura, já foi confirmado o nome de Heloísa Morgado. Para o Instituto Municipal de Belas Artes (Imba), Flávio Dutra já está na direção. Denise Rossal permanece à frente da Biblioteca Pública Infantil.
Já o Arquivo Público, nessa nova gestão, está atrelado à Coordenadoria de Comunicação e Memória, encabeçada por Gladimir Aguzzi. Adriana Gonçalves permanece à frente da Associação Pró-Santa Thereza. Na Coordenadoria de Turismo, o responsável é César Fernandes.

Turismo

Para retomar a força do turismo em Bagé, o secretário aposta no retorno das corridas de cavalo puro sangue na cidade. "Bagé é o berço do cavalo puro sangue inglês e um evento como esse movimenta muito o turismo, inclusive com a geração de empregos. Estamos com alguns contatos bem alinhavados. O que facilita é que cerca de 60% da estrutura já está pronta", comenta.
Outro ponto importante é a viabilização do Forte de Santa Tecla, que também está na agenda da pasta. Uma reunião com as entidades representativas do setor aconteceu na tarde de ontem com o objetivo de viabilizar ações.
Enoturismo e melhorarias na estrutura da cidade cenográfica de Santa Fé e do Complexo Cultural de Santa Thereza também estão na lista de prioridades. A reativação do Conselho Municipal de Turismo, que hoje está parado, também é ação prioritária. "Queremos retomar o mais rápido possível", ressalta, ao destacar que também busca a retomada dos voos comerciais no aeroporto de Bagé.


Por: Maritza Costa

 
Pesquisar