Fogo Cruzado

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017 às 0:00

Divaldo Lara vai receber salário de R$ 14,1 mil

Vencimento foi aprovado pela Câmara de Vereadores

O prefeito de Bagé, Divaldo Lara, do PTB, vai receber o salário de R$ 14.189,76. O valor, aprovado pela Câmara, em 2016, desconsiderou o índice da inflação. O governo encara a medida como uma redução, tendo em vista que o vencimento, para 2017, deveria ter sido aumentado em mais de R$ 1,5 mil.
Em 2014, o prefeito Dudu Colombo, do PT, recebia R$ 14.189,76, de acordo com dados do portal da transparência. No ano passado, porém, ainda de acordo com dados da mesma fonte, ele chegou a receber salário de R$ 15.708,06, através de correção por índice da inflação; o que reforça o discurso da redução de salário.
Os 17 vereadores eleitos em outubro de 2016 receberão R$ 4.976,72 mensais. A ausência na ordem do dia de sessões ordinárias, sem justificativa, resultará em desconto mensal de R$ 554,50. O presidente da Câmara vai receber R$ 5.972,07. A ausência nas sessões, sem justificativa, resultará em desconto de R$ 665,45. Os valores, basicamente, foram congelados em relação à legislatura anterior.
O salário do vice-prefeito, Manoel Machado, do PSDB, será de R$ 7.094,87. Os secretários municipais e o diretor do Departamento de Água e Esgotos de Bagé (Daeb) receberão R$ 5.886,53. A legislação determina que os valores devem ser revisados anualmente, através de projeto de lei, encaminhado pela prefeitura ao Legislativo.


Por: Sidimar Rostan

 
Pesquisar