Editorial

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017 às 0:00

A importância da Agrovino

As atividades de um dos setores mais importantes da economia, o primário, começam o ano em Bagé com a Agrovino. A exposição de ovinos abre o calendário de feiras de verão. Com uma ampla programação no Parque Visconde de Ribeiro Magalhães, a Agrovino inicia amanhã, com a chegada de ovinos das mais diferentes raças, e se estende até  o próximo domingo. Esta edição ultrapassou o número de animais inscritos em relação ao ano passado, o que demonstra que o ano começa com boas perspectivas de negócios. Se o campo vai bem, a cidade vai bem. A ovinocultura faz parte da história desta região e é uma das bases da economia da Campanha. Ela está presente no agronegócio e na agricultura familiar. A carne, pele e lã estão entre os principais produtos. De acordo com dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a produção anual alcança 11 milhões de toneladas de lã, principalmente no Rio Grande do Sul, com cadeia produtiva formada por 35 mil estabelecimentos agropecuários. A 9ª edição da Agrovino é o momento oportuno para fechar grandes negócios, e, além disso, o público aprecia o que de melhor existe nesse setor e ainda tem a oportunidade de se qualificar, pois dentro da programação vai acontecer a terceira edição do Ovinocultura em Debate, com programação voltada para o mercado e cenário atual da ovinocultura no Sul do Brasil. Entre os palestrantes, o economista da Federação de Economia e Estatística do Rio Grande do Sul, Carlos Paiva, que vai falar sobre a ovinocultura no contexto do desenvolvimento regional.


Por: Márcia Sousa

 
Pesquisar