Norberto Dutra

sábado, 17 de dezembro de 2016 às 0:00

O Messias prometido

Nestas duas semanas falaremos sobre a anunciação e nascimento do Messias. Usaremos as Sagradas Escrituras como fonte histórica para, desta forma, provar que o Nascimento de Cristo é o projeto divino para a salvação dos homens.
A primeira grande revelação profética referente ao Messias que encontramos em Gênesis 3: 15 vejamos:
"Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar."
A segunda revelação profética a encontramos em uma atitude prática e simbólica efetuada pelo próprio Deus:
"Fez o Senhor Deus vestimenta de peles para Adão e sua mulher e os vestiu" Gênesis 3: 21.
Em Gênesis 3: 15 há três instâncias para o cumprimento desta profecia:
1. O Messias nasceria de uma mulher.
2. Derrotaria a Satanás.
3. Sofreria na sua carne para poder reconciliar ao homem com Deus.
Gênesis 3: 21 nos mostra mais claramente que o plano de salvação teria que ser através de um cordeiro e derramamento de sangue.
Em Miqueias 5: 2 se nos diz onde nasceria, vejamos:
"E tu, Belém-Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá, de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade".
Isaías 7: 14 nos revela: um  sinal, e o seu nome, vejamos:
"Portanto, o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará a luz um filho e lhe chamará Emanuel" (que significa: Deus conosco).
Isaías 9: traz mais luz referente ao nascimento do Messias, a luz vindo do seu nascimento, e o que o grande eu sou faria a través do seu nome. Vejamos :
"Mas para a terra que estava aflita não continuará a obscuridade. Deus, nos primeiros tempos, tornou desprezível a terra de Zebulom e a terra de Naftali; mas, nos últimos, tornará glorioso o caminho do mar, além do Jordão, Galileia dos gentios. O povo que andava em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu lhes a luz. Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será (o que Ele é, como o grande EU SOU) Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz" Isaías 9: 1-2, 6.
Até a próxima semana querendo o Senhor. Bênçãos do Altíssimo para todos. Amém!


Por: Pastor Norberto Dutra

 
Pesquisar