Forte de Santa Tecla

sábado, 15 de outubro de 2016 às 0:00

Linha do tempo "Forte Santa Tecla"

Linha do tempo "Forte Santa Tecla"

Linha do tempo "Forte Santa Tecla"

*Por Clarisse Ismério
*Coordenadora do curso de História da Urcamp

1773 - O governador das Províncias Unidas do Rio da Prata, D. José de Vertiz y Salcedo, partiu de Montevidéu, com um exército de 1.014 soldados.

1774 - Inicia no dia 27 de janeiro a construção do Forte de Santa Tecla, ordenada por D. José de Vertiz y Salcedo, para demarcar a posse dos espanhóis no local, impedir a expansão portuguesa e possibilitar intercâmbio de reforços com as Missões.

1774 - Em 28 de fevereiro, assumiu o capitão Francisco Piera que liderou 360 índios guaranis na construção do forte.

1774 - Em 26 de outubro de 1774 assumiu o capitão Miguel Antônio Loyola, que passou a comandar 123 espanhóis e 100 guaranis.

1776 - Era defendido por 250 soldados espanhóis, apoiados em oito canhões de 30 libras. E, neste ano, a Companhia dos Dragões de Rio Pardo, sob o comando de Rafael Pinto Bandeira, fez um ataque surpresa ao forte, que foi cercado e sitiado.

1776 - No dia 27 de março, os comandados de Pinto Bandeira arrasaram a fortificação e atearam fogo aos escombros. E fundou a Guarda das Pedras, posteriormente denominada Guarda de São Sebastião.

1777 - Assinatura do Tratado de Santo Ildefonso.

1778 - O forte foi reconstruído pelos espanhóis.

1801 - Foi novamente tomado e destruído pelo Regimento de Cavalaria de Dragões do Rio Grande do Sul, comandado por Patrício Corrêa da Câmara.

1948 - Início do processo de tombamento.

1970 - Tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

Referências
FAGUNDES, Elisabeth Macedo de. Inventário Cultural de Bagé: Um passeio pela história. 2ª ed., Porto Alegre: Praça da matriz/Evangraf, 2012.
FLORES, Moacyr. Dicionário de História do Brasil. Porto Alegre: EIPUCRS, 1996.
Forte de Santa Tecla. Disponível em: http://fortalezas.org/?ct=fortaleza&id_fortaleza=387&muda_idioma=PT Acesso em: 01 de outubro de 2016.
TABORDA, Tarcísio Antônio e GARCIA, Elida Hernandes (coordenadora). Bagé de ontem e de hoje: coletânea de artigos publicados na imprensa (1939 - 1994). Bagé: Ediurcamp, 2015.


Por: Clarisse Ismério

 
Pesquisar